in

Como dar aulas particulares e ter uma renda extra?

Dar aulas particulares pode ser uma forma prática de conseguir uma renda extra mensal.

como dar aulas particulares 2

Hoje em dia, existem muitas formas de ter uma renda extra que vão desde as famosas vending machines até formas mais tradicionais como dar aulas particulares.

O ato de ensinar exige conhecimento e didática sobre um conjunto de assuntos, contudo se você tiver algum conhecimento mais específico pode usá-lo para dar aulas particulares.

Além disso, dar aulas particulares exige uma série de planejamentos e práticas para que você não deixe de honrar seus compromissos.

Então, se você gostaria de aprender como dar aulas particulares e ter uma renda extra com isso, leia o artigo de hoje para saber como isso é possível!

Para isso, vou dar algumas dicas que vão funcionar para que você possa conseguir seguir esse caminho e conseguir aumentar seus aportes mensais.

7 dicas para aprender como dar aulas particulares e ter uma renda extra

1 – Defina uma disciplina ou assunto principal para ensinar

Em primeiro lugar, mesmo que você se sinta a vontade para lecionar mais de uma disciplina, é imprescindível que você mantenha um foco.

Desse modo, acredito que o ideal será sempre escolher o que mais está próximo da sua formação acadêmica.

Por exemplo, um químico pode dar aulas particulares de química orgânica, sem dúvida alguma.

No caso de você não possuir uma formação acadêmica, mas tenha alguma aptidão específica, você pode ensinar as pessoas a respeito.

Nesse caso, você poderia montar um conjunto de aulas particulares ou até um curso para lecionar.

Só para exemplificar, você poderia simplesmente lecionar sobre diversas áreas como culinária, mecânica e eletrônica.

Sendo assim, não é obrigatório ter um conhecimento acadêmico para que você se torne alguém capaz de ensinar algo a pessoas interessadas.

2 – Defina o seu público alvo

Em segundo lugar, é extremamente importante definir o seu público alvo.

Nesse sentido, entra uma discussão que precisa ser feita com muito cuidado: você está preparado para atuar em determinado grupo de alunos?

Em outras palavras, você não pode atuar lecionando para públicos alvo que você não está preparado.

Isso faz com que naturalmente você tenha que restringir seu público alvo.

Se você não sabe como dar aulas particulares de alfabetização, não faz sentido algum você focar nesse público alvo.

Porque a forma como dar aulas particulares de alfabetização é totalmente diferente da forma de dar aulas particulares de inglês, por exemplo.

Hoje em dia, é bastante comum o ato de ensinar conhecimentos diversos para o público alvo de jovens e adultos.

Então, defina seu público alvo e siga as próximas dicas.

3 – Saiba como divulgar aulas particulares

Atualmente, com o grande uso das redes e mídias sociais surgiram formas mais eficientes de como divulgar aulas particulares.

As redes sociais como Facebook e Instagram permitem a criação de perfis profissionais para que você divulgue constantemente seu trabalho para fins demonstrativos.

Outra dica importante é relatar sobre as suas experiências anteriores e divulgar os novos cursos que você fizer.

Assim, você pode encorajar seus ex-alunos e atuais alunos a escreverem depoimentos para mostrar que o seu trabalho é diferenciado.

Outra forma de divulgação é criar perfis em aplicativos como o GetNinjas (Figura 1) para que o seu cliente busque o seu serviço.

como dar aulas particulares
Figura 1: Plataforma GetNinjas.

Além disso, o Facebook tem diversos grupos voltados para o ensino particular e basta você montar um material eficiente de divulgação para conseguir clientes.

Inegavelmente, a forma como você vai divulgar suas aulas será essencial na criação de um fluxo de clientes constante.

4 – Organize constantemente sua agenda e cumpra os horários marcados

Igualmente a outras atividades, ter um planejamento farão a diferença no sentido de honrar o compromisso com seus clientes.

Portanto, é fundamental que você tenha uma organização para não perder os horários marcados.

Para isso, hoje em dia, já existem diversos aplicativos para organização de tarefas como o Google Agenda, por exemplo.

Então, ao marcar uma aula com um cliente sempre se certifique de que as tarefas fiquem registradas no organizador de tarefas.

Se a aula for presencial, considere o tempo e a forma de deslocamento até a casa do seu cliente para ter pontualidade.

Caso a aula particular for online, certifique de testar antes as plataformas que serão usadas para ensinar.

5 – Tenha materiais complementares organizados e atualizados

Um dos maiores desafios no ensino é manter sua constante atualização. Para isso, o professor deverá sempre ler materiais de sua área de atuação.

Por exemplo, se o professor sabe como dar aulas particulares de inglês é bastante provável que ele tenha materiais que irão discutir temas atuais com seus alunos.

Desse modo, para que o professor tenha sucesso em suas aulas, ele deve ter um banco de materiais complementares como:

  • Apostilas de conteúdo teórico;
  • Listas de exercícios;
  • Materiais que retratem a atualidade como: questões de vestibulares, reportagens e artigos;
  • Materiais e ferramentas adequadas ao ensino presencial e/ou online.

Sendo assim, dificilmente os conteúdos discutidos estarão defasados ou desatualizados e a sua aula terá mais qualidade.

6 – Exercite sua didática de como dar aulas particulares constantemente

Não adianta ter um conjunto de materiais relevantes, se você não sabe como a informação deve ser transmitida para outras pessoas.

Por isso, um exercício importante de se fazer é sempre pensar nas necessidades e na forma de comunicação do meu público alvo.

Só para ilustrar, às vezes, o jovem aprende muito mais com uma linguagem mais adaptada a sua realidade do que quando o professor usa uma linguagem muito técnica.

A lei da simplificação pode funcionar muito bem e você conseguirá aprimorar sua didática ao longo do tempo de uma forma natural.

7 – Cobre um valor condizente com o valor cobrado na sua cidade

No início do trabalho como professor particular, você pode cobrar valores abaixo dos valores médios cobrados na sua cidade.

Ao longo do tempo e com as indicações de seus clientes, você poderá ir reajustando esse valor progressivamente.

Para fins de cálculos, se você cobrar R$ 100,00 a hora/aula e lecionar somente 1 aula durante 20 dias do mês terá uma renda extra de R$ 2.000,00.

Com esta renda extra, é possível começar a montar ou reforçar sua carteira de investimentos com novos aportes mensais.

Espero que as dicas de hoje auxiliem no entendimento de como dar aulas particulares pode funcionar como uma fonte de renda extra.

Isso é tudo por hoje, pessoal!

Até mais!

What do you think?

Comments

Leave a Reply

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
HGLG11 ou XPLG11

HGLG11 ou XPLG11: Qual você prefere?

XPLG11: cotação, dividendos e subscrição