HGLG11 ou GGRC11: qual você prefere?

Eu quero te mandar alguns Ebooks de Graça, deixe o seu Email.

    Share on facebook
    Facebook
    Share on twitter
    Twitter
    Share on whatsapp
    WhatsApp
    Share on telegram
    Telegram
    Share on pinterest
    Pinterest

    No artigo de hoje vamos comparar dois fundos imobiliários (FIIs) de tijolo do segmento logístico-industrial. Então, falaremos sobre dois FIIs bastante conhecidos, HGLG11 ou GGRC11?

    Como descrito no primeiro artigo de duelos de FIIs, os duelos só serão feitos com FIIs do mesmo segmento para facilitar a avaliação das diferenças.

    O objetivo deste artigo é comparar os fundos HGLG11 ou GGRC11 através de critérios específicos  para uma análise das diferenças desses FIIs.

    Atualmente, os dois fundos imobiliários estão entre os mais fundos mais conhecidos e negociados do seu segmento, através da B3.

    Mas, afinal de contas, qual dos dois você prefere? CSHG Logísitca ou GGR Covepi Renda FII?

    Só para lembrar que é apenas uma análise comparativa e não é indicação de compra e venda, certo?

    Além disso, vamos considerar a data base de outubro de 2020 para fazer a comparação entre os fundos.

    Os critérios usados na comparação entre o HGLG11 ou GGRC11

    Em primeiro lugar, vamos considerar as comparações entre os ativos imobiliários de cada fundo. Sendo assim, é possível comparar os seguintes pontos:

    • Quantidade de ativos imobiliários;
    • Quantidade em área bruta locável (ABL);
    • Quantidades de locais dos ativos imobiliários;
    • Quantidade de ativos imobiliários em desenvolvimento;

    Em seguida, vamos comparar características mais específicas dos fundos HGLG11 ou GGRC11 como:

    • Quantidade e fontes de renda;
    • Prazo de duração;
    • Tempo de mercado;
    • Vacância atual;
    • Inadimplência atual;

    Em último lugar, vamos comparar aspectos relacionados ao comportamento de mercado dos dois FIIs como:

    • Preço sobre Valor Patrimonial (P/VP);
    • Dividend Yield (DY).

    Mas, antes de tudo, é preciso salientar que os dois fundos têm gestoras bastante diferentes em termos de atuação no mercado de fundos imobiliários.

    Sem dúvidas, o CSHG Logística, ou HGLG11 é um dos mais antigos fundos de investimento imobiliário negociado no mercado de renda variável.

    O HGLG11 tem a gestão da Credit Suisse Hedging-Griffo, uma das melhores gestoras do mercado brasileiro de fundos imobiliários.

    Em contrapartida, o GGR Covepi Renda, ou GGRC11, tem a gestão da Supernova Capital, uma gestora que ainda precisa se consolidar no mercado brasileiro.

    Por isso, a princípio, o HGLG11 sai na frente do GGR Covepi Renda FII no quesito qualidade de gestão.

    Quantidade de ativos imobiliários do HGLG11 ou GGRC11

    Indubitavelmente, tanto o CSHG Logística FII quanto o GGR Covepi Renda FII têm uma boa diversificação de ativos imobiliários em seu portfólio de investimentos.

    Então, a disputa entre os dois fundos neste quesito é bastante interessante.

    Após a sexta emissão e subscrição de cotas do HGLG11, o fundo passou a ter 14 galpões logísticos como ativos imobiliários do fundo.

    Em contrapartida, o GGRC11 tem 17 ativos imobiliários na forma de galpões logísticos ou industriais.

    Por isso, no quesito diversificação, o GGRC11é o FII com maior quantidade de imóveis na contagem total.

    Quantidade em área bruta locável (ABL)

    Certamente, os dois fundos estão entre os maiores FIIs do seu segmento em relação a área bruta locável.

    Atualmente, em outubro de 2020, o HGLG11 tem ABL de cerca de 614 mil metros quadrados.

    Comparativamente, o GGRC11 tem uma ABL de, aproximadamente, 706 mil metros quadrados.

    Então, o GGRC11 se sobressaiu em relação a comparação ao CSHG Logística no que diz respeito a ABL total dos fundos.

    Quantidade de locais dos ativos imobiliários

    A fim de ver a diversificação por região, vamos comparar a distribuição de ativos imobiliários dos fundos.

    Atualmente, o HGLG11 apresenta os galpões logísticos distribuídos em 4 estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina.

    Em comparação, o GGRC11 tem a distribuição dos galpões logístico-industriais em 9 estados, São Paulo, Pernambuco, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso e Minas Gerais.

    Ou seja, o GGRC11 tem maior diversificação geográfica de imóveis.

    Quantidade e fontes de renda

    No relatório gerencial do HGLG11 do mês de setembro de 2020, o fundo tem 4 fontes de renda diferentes: receita de aluguéis, cotas de FIIs, CRI e renda fixa.

    hglg11 ri
    Figura 1: Fontes de renda do HGLG11 no mês de setembro de 2020.
    Fonte: HGLG11 RI (setembro / 2020).

    Ao passo que o GGRC11 tem 2 fontes de renda diferentes: receitas de aluguéis e ativos de renda fixa.

    ggrc11 ri
    Figura 2: Fontes de renda do GGRC11.
    Fonte: Relatório Gerencial do GGRC11 (agosto / 2020).

    Neste quesito, o HGLG11 leva a melhor em comparação ao GGR Covepi Renda FII.

    Prazo de duração

    Ambos os fundos têm prazo de duração indeterminado, de acordo com o regulamento dos fundos.

    Tempo de mercado do HGLG11 ou GGRC11

    Enquanto o HGLG11 apresenta 10 anos de mercado imobiliário, o GGRC11 tem apenas 3 anos e 10 meses de tempo de mercado.

    Desse modo, o HGLG11 marca mais um ponto positivo no comparativo entre esses FIIs.

    Vacância atual

    Em setembro de 2020, o fundo HGLG11 tem uma vacância física de cerca de 8,9%, enquanto o GGRC11 não tem vacância.

    Sendo assim, o GGRC11 tem vantagem em relação ao fundo logístico da CSHG neste indicador.

    Inadimplência atual

    A inadimplência atual de ambos os fundos imobiliários é próxima de 0 %.

    Enquanto o CSHG Logística tem inadimplência de 0,6 %, o GGRC11 não tem inadimplência.

    Devido a isso, os fundos têm praticamente o mesmo valor de inadimplência em setembro de 2020.

    Preço sobre valor patrimonial (P/VP) do HGLG11 ou GGRC11

    Um dos indicadores matemáticos dos fundos imobiliários o preço sobre valor patrimonial (P/VP) que é mais aplicado aos FIIs de papel.

    Contudo, vamos usar o P/VP para comparar essa relação nos fundos HGLG11 e o GGRC11.

    Atualmente, o P/VP do HGLG11 é de 1,24, ou seja, o fundo está sendo negociado com ágio.

    Enquanto o GGRC11 apresenta um P/VP igual a 1,19 num valor mais próximo ao valor “justo”.

    Sendo assim, o fundo GGRC11 apresenta vantagem em comparação ao HGLG11.

    Dividend Yield (DY)

    O dividend yield (DY) % a.a. foi usado como parâmetro para comparar o desempenho dos dois FIIs, tendo como data base o dia 13 de outubro de 2020.

    Para o HGLG11, o DY foi de 5,76 % a.a. já o fundo GGR Covepi Renda FII tem um DY de 5,75 % a.a.

    Então, atualmente, os fundos têm o mesmo valor de DY, considerando a data base citada anteriormente.

    Quem levou a melhor na comparação: HGLG11 ou GGRC11?

    Sem dúvidas, os dois FIIs são bastante conhecidos pelos investidores de longo prazo.

    O HGLG11 tem uma vantagem no que diz respeito a qualidade da gestão do fundo que tem maior tradição no mercado de fundos imobiliários.

    Como todos sabem, num mercado competitivo, cada vez mais a gestão tem sido determinante.

    Em contrapartida, na comparação dos quesitos, tanto o CSHG Logística quanto o GGR Covepi Renda FII tem grande equilíbrio nos indicadores avaliados.

    Então, é basicamente isso!

    Um forte abraço,

    Rodrigo Colombo.

     

    Share on facebook
    Facebook
    Share on twitter
    Twitter
    Share on whatsapp
    WhatsApp
    Share on telegram
    Telegram
    Share on pinterest
    Pinterest

    Últimos artigos

    Investimentos Internacionais

    ETF QQQ Vale a Pena investir?

    O ETF QQQ é um dos maiores, mais líquidos e mais sólidos ETFs americanos que existem na atualidade. O ETF replica o índice NASDAQ-100 Index,

    Artigos Passados

    Que tal dar um gás no seu Aprendizado?

    Faça algum dos nossos cursos e aprenda mais rápido e melhor!