HGRU11 subscrição e quarta emissão de cotas

Eu quero te mandar alguns Ebooks de Graça, deixe o seu Email.

    Share on facebook
    Facebook
    Share on twitter
    Twitter
    Share on whatsapp
    WhatsApp
    Share on telegram
    Telegram
    Share on pinterest
    Pinterest

    Em meio a recuperação do mercado imobiliário após os primeiros meses de 2020, o HGRU11 anunciou recentemente o seu processo de subscrição e quarta emissão de cotas.

    O HGRU11 é um dos fundos imobiliários com maior crescimento no último ano após a terceira emissão que multiplicou absurdamente o valor patrimonial do fundo.

    Entretanto, recentemente, o HGRU11 lançou uma nova emissão a mercado para captar mais recursos com objetivo de diversificar seu portfólio de imóveis.

    Assim, é possível que o fundo se torne um dos maiores FIIs híbridos da bolsa nos próximos anos.

    Então, vamos falar um pouco sobre o HGRU11, o seu processo de subscrição dentro da quarta emissão de cotas.

    O que é o HGRU11 FII?

    O HGRU11, ou CSHG Renda Urbana FII, é um fundo imobiliário de tijolo do segmento híbrido.

    O fundo teve seu lançamento na bolsa em 14 de fevereiro de 2020.

    O HGRU11 é listado para negociação na Bovespa e é inscrito sob o CNPJ número 29.641.226/0001-53.

    O FII tem quantidade total de cotas emitidas de 12.533.974 negociadas a mercado por 61.085 cotistas.

    O fundo tem a gestão ativa da Credit Suisse Hedging-Griffo ou, CSHG, uma das maiores gestoras do mercado de fundos imobiliários.

    O valor atual de mercado do CSHG Renda Urbana FII é de cerca de R$ 1,6 bilhão.

    A área bruta locável do HGRU11 é de 264 mil metros quadrados distribuídos em 14 ativos imobiliários.

    Os ativos imobiliários do fundo são imóveis comerciais e educacionais localizados principalmente no estado de São Paulo (46,7 %).

    hgru11
    Figura 1: Ativos imobiliários do HGRU11.
    Fonte: Relatório Gerencial.

    Atualmente, um dos pontos negativos do HGRU11 é a concentração de locatários (Rede Big / Sam’s Club) em grande parte dos imóveis comerciais.

    Ainda assim, o fundo tem seus contratos atípicos (90%) de longa duração com reajustes posteriores ao ano de 2024.

    O índice de reajuste de contratos é atrelado prioritariamente ao IPCA (80,6 %).

    Em agosto de 2020, o HGRU11 conta com quatro fontes de renda distintas: ativos imobiliários, cotas de FIIs, participações no SPVJ11 e ativos de renda fixa.

    HGRU11 dividendos e cotação

    Em agosto de 2020, o HGRU11 teve rendimento de R$ 0,68 por cota em termos de dividendos com um DY médio de 0,52 %.

    Nos últimos 12 meses, o HGRU11 pagou R$ 8,22 por cota, ou seja, um rendimento médio mensal de R$ 0,69.

    Em outras palavras, o CSHG Renda Urbana FII tem entregado proventos bem interessantes aos seus cotistas.

    Além disso, o Dividend Yield (%) a.a. do HGRU11 foi de 6,4 % a.a.

    Atualmente, o valor patrimonial da cota é de R$ 107,83 e a cotação do HGRU11 hoje é R$ 130,99.

    Nos últimos 12 meses, a cotação do FII HGRU11 teve uma valorização de R$ 17,90, ou seja, uma rentabilidade de 15,84 %.

    hgru11 cotação
    Figura 2: Cotação do HGRU11 nos últimos 12 meses.
    Fonte: Google Finance.

    HGRU11 quarta emissão de cotas

    Em 28 de agosto de 2020, a CSHG anunciou ao mercado a quarta emissão do HGRU11 FII.

    Em primeiro lugar, serão emitidas no mínimo 419.464 e, no máximo, 4.893.737 de cotas na 4ª emissão do fundo.

    O montante total da emissão será de até R$ 583.333.450,40, onde será considerada a possibilidade de distribuição parcial e de exercício de opção de lote adicional de até 20%.

    O público alvo da quarta emissão do HGRU11 serão investidores institucionais e investidores não institucionais.

    Desse modo, os investidores não institucionais poderão adquirir até 8.839 novas cotas para a arrecadação de um montante de R$ 999.968,80.

    A distribuição parcial acontecerá caso ocorra a captação do valor mínimo de R$ 50.000.108,80, equivalente a 419.464 cotas da 4ª Emissão.

    O valor unitário das novas cotas do HGRU11 será de R$ 119,20 com um custo unitário de distribuição de 3,5, ou seja, R$ 4,17.

    HGRU11 subscrição

    O direito de subscrição de cotas do HGRU11 seguirá o fator de proporção de 0,39, ou seja, a cada 100 cotas antigas do HGRU11 geram 39 direitos de exercício de preferência.

    O investidor que não for cotista do HGRU11 poderá participar da emissão com a aquisição de, no mínimo, 250 cotas do fundo num montante de R$ 29.800,00.

    Quanto a negociação dos direitos de subscrição é vedada a negociação do direito de subscrição do HGRU11 junto a Bovespa.

    A data base para estabelecer os cotistas que podem exercer o direito de preferência para a subscrição e integralização das Cotas da 4ª Emissão será o dia de divulgação de fato relevante.

    Além disso, o prazo de distribuição das Cotas da Oferta será de até 6 (seis) meses contados
    a partir da divulgação do anúncio de início da oferta.

    Desse modo, a nova emissão vai seguir os moldes da Instrução CVM nº 472 de 31 de outubro de 2008.

    Expectatitva sobre o HGRU11 após subscrição e emissão de novas cotas

    Até o presente momento, não existem informações mais detalhadas sobre os ativos imobiliários alvos da quarta emissão do fundo.

    Em outras palavras, não foi publicado o prospecto definitivo da nova emissão.

    Uma vez que o CSHG Renda Urbana FII, ou HGRU11, é concentrado em poucos inquilinos seria importante tentar diversificar.

    Em outras palavras, o HGRU11 poderia adquirir imóveis comerciais e locar para diferentes inquilinos.

    Assim, o fundo conseguiria mitigar o risco de exposição aos inquilinos majoritários.

    Um forte abraço e até a próxima!

     

    Share on facebook
    Facebook
    Share on twitter
    Twitter
    Share on whatsapp
    WhatsApp
    Share on telegram
    Telegram
    Share on pinterest
    Pinterest

    Últimos artigos

    Artigos Passados

    Que tal dar um gás no seu Aprendizado?

    Faça algum dos nossos cursos e aprenda mais rápido e melhor!