MXRF11 vale a pena? Conheça o Maxi Renda FII

Eu quero te mandar alguns Ebooks de Graça, deixe o seu Email.

    Share on facebook
    Facebook
    Share on twitter
    Twitter
    Share on whatsapp
    WhatsApp
    Share on telegram
    Telegram
    Share on pinterest
    Pinterest

    O Maxi Renda é um fundo imobiliário bastante conhecido dos investidores, contudo será que investir no MXRF11 vale a pena?

    Sem dúvidas, o fundo é um dos mais acessíveis do mercado, pois a cotação do MXRF11 é cerca de R$ 10,00.

    Além disso, a gestora do fundo é a XP Vista Asset Management, uma gestora que tem se destacado bastante em FIIs como XPML11 e XPLG11.

    Desse modo, o fundo tem uma estratégia um pouco diferente dos FIIs de tijolos, porque é considerado um fundo de papel.

    No artigo, vamos falar sobre o Maxi Renda fundo de investimento imobiliário, cotação, dividendos, subscrição e se o MXRF11 vale a pena.

    Cabe ressaltar que não é nenhuma recomendação de compra e venda, certo?

    MXRF11 o que é? Vale a pena?

    Muitos investidores já ouviram falar sobre o MXRF11, mas o que é? Ou melhor dizendo, o que é MXRF11?

    O Maxi Renda, ou MXRF11 é fundo imobiliário de papel que teve seu início de negociação na bolsa (IPO) no ano de 2012.

    O objetivo do MXRF11 é auferir lucros através de ativos financeiros como CRI, LCI, LH e cotas de FIIs, e ativos imobiliários, como imóveis comerciais e projetos imobiliários residenciais.

    Ademais, o fundo tem a gestão da XP Vista Asset Management e a administração da BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM.

    O MXRF11 está inscrito no CNPJ sob o número 97.521.225/0001-25 e tem prazo indeterminado de duração.

    Atualmente, o fundo tem um patrimônio líquido de R$ 1,6 bilhão, enquanto o valor de mercado do Maxi Renda é de cerca de R$ 1,7 bilhão.

    O MXRF11 tem uma taxa de administração de 0,90% a.a. com valor mínimo de R$ 60 mil mensais atualizado anualmente segundo a variação do IPCA. Todavia, o fundo não tem taxa de performance.

    A data de pagamento de dividendos do Maxi Renda, ou MXRF11 é até o 10º dia útil de cada mês.

    No relatório gerencial do agosto de 2020 mostra que o fundo tem cerca de 242 mil cotistas e um número de cotas superior a 154 milhões.

    Carteira de ativos do MXRF11

    Conforme demonstrado na figura 1, a carteira de ativos do Maxi Renda FII está concentrada em ativos de crédito imobiliário com 70 % da participação nos ativos do fundo.

    mxrf11
    Figura 1: Carteira de ativos do MXRF11.
    Fonte: Relatório Gerencial (ago / 2020).

    Além disso, o fundo investe em imóveis físicos, cotas de FIIs e tem uma parte dos recursos auferidos em caixa.

    Agora que já explicamos o que é MXRF11, ou o que é prioritário na política de investimento do fundo, vamos continuar.

    Embora seja um FII muito conhecido, vamos discutir se o MXRF11 vale a pena, mas antes vamos fazer uma análise de cotação, dividendos e subscrição.

    MXRF11 cotação

    Antes de discutirmos mais detalhes do fundo, vamos discutir o MXRF11 em relação a sua cotação no histórico do fundo.

    Sem dúvidas, o histórico de cotação do MXRF11 tem variações menos expressivas do que as variações de cotação de alguns fundos de tijolo, como o ALZR11.

    Só para exemplificar, vamos analisar MXRF11 e a variação da cotação no gráfico.

    mxrf11 cotação gráfico
    Figura 2: Gráfico de cotação do MXRF11.
    Fonte: Status Invest (2020).

    Nos 5 anos anteriores, a cotação do MXRF11 valorizou cerca de 30,2 %, ou seja, o valor da cota aumentou cerca de R$ 2,60.

    Por isso, alguns investidores iniciantes podem pensar que o MXRF11 vale a pena, mas vamos continuar a discussão sobre o fundo.

    Em 52 semanas, a cotação mínima do fundo foi de R$ 8,53 enquanto o valor máximo da cota foi cerca de R$ 14,52.

    Em outras palavras, ao longo de 12 meses, o fundo MXRF11 FII teve uma desvalorização de 3,5 %.

    A cotação do MXRF11 hoje é de R$ 10,91. No mês de setembro de 2020, o fundo acumulou uma valorização de 3,7 %.

    Em seguida, vamos falar sobre os dividendos do MXRF11, subscrição e se vale a pena investir no fundo.

    MXRF11 dividendos

    Nos últimos 5 anos, o MXRF11 pagou dividendos entre R$ 0,60 e R$ 1,02 por cota do FII.

    mxrf11 dividendos
    Figura 3: Histórico de dividendos do MXRF11 nos últimos 5 anos.
    Fonte: Status Invest (2020).

    O histórico de dividendos do fundo Maxi Renda FII mostra que no ano de 2018, o fundo pagou cerca de R$ 0,83 por cota.

    No ano de 2019, o MXRF11 pagou dividendos anuais de cerca de R$ 1,02 por cota, enquanto no ano de 2020, o fundo pagou proventos de R$ 0,60 por cota. Mas será que vale a pena analisar o dividend yield do fundo?

    Embora os dividendos do fundo sejam bastante reduzidos, o dividend yield (DY) do MXRF11 é de 9,17 % a.a.

    Além disso, nos 12 meses anteriores, o fundo um rendimento médio de R$ 0,08 com um DY médio de 0,75 %.

    MXRF11 subscrição

    Até o presente momento, o fundo MXRF11 lançou a mercado seis processos de emissão e subscrição de cotas. Sendo assim, vale a pena discutir brevemente algumas emissões do MXRF11.

    Na primeira emissão do fundo Maxi Renda FII, o prospecto definitivo foi lançado em 18 de abril de 2011 com objetivo de arrecadar um montante de até 100 milhões de reais.

    Ao final do processo da primeira emissão e subscrição do MXRF11, o fundo arrecadou um montante de R$ 53,8 milhões.

    No ano seguinte, o fundo lançou a segunda emissão e subscrição de cotas do Maxi Renda FII com objetivo de arrecadar cerca de até R$ 150 milhões.

    No anúncio de encerramento da segunda emissão do fundo, a gestora arrecadou R$ 202,5 milhões com a integralização de 1.760.871 novas cotas.

    Desse modo, pelo resultado da arrecadação da emissão, os cotistas do MXRF11 pensaram que vale a pena investir no fundo.

    A terceira emissão e subscrição do FII MXRF11 foi uma Oferta Pública de distribuição com esforços restritos, ou seja, uma emissão CVM número 476.

    Recentemente, em agosto de 2020, o MXRF11 lançou a sexta emissão e subscrição de cotas com objetivo de arrecadar cerca de R$ 500 milhões.

    Na sexta emissão, o fundo colocou 50.352.467 novas cotas com valor de cota de R$ 9,93 com uma taxa de distribuição primária de R$ 0,35.

    Então, o valor das cotas durante a sexta emissão e subscrição do MXRF11 é de R$ 10,28.

    MXRF11 vale a pena?

    Em conclusão, foi possível analisar o que é MXRF11, a cotação, os dividendos e como foram algumas das emissões do fundo.

    Para dizer se o MXRF11 vale a pena, o investidor deve entender que o fundo tem uma dinâmica diferente de um fundo híbrido que investe majoritariamente em imóveis.

    Por isso, o investidor é o único que pode determinar se o investimento no fundo MXRF11 vale a pena e faz sentido dentro da sua carteira de ativos.

     

    Share on facebook
    Facebook
    Share on twitter
    Twitter
    Share on whatsapp
    WhatsApp
    Share on telegram
    Telegram
    Share on pinterest
    Pinterest

    Últimos artigos

    Artigos Passados

    Que tal dar um gás no seu Aprendizado?

    Faça algum dos nossos cursos e aprenda mais rápido e melhor!