in

Qual a importância da economia?

qual a importância da economia

Muitas pessoas sabem que devem poupar para prosperar no futuro, contudo estas pessoas muitas vezes não sabem qual a importância da economia na prática.

Naturalmente, economizar permite que você acumule capital. Esse capital será então usado para financiar qualquer projeto. Isso pode ou não financiar a aquisição de um ativo.

Desse modo, o simples ato de economizar é benéfico porque abre possibilidades para você e permite que você veja um pouco mais a cada economia.

Entretanto, tenha cuidado, economizar é muito útil para administrar bem suas finanças, mas você deve ter em mente que economizar não é um fim em si mesmo. Economizar por economizar é inútil.

O artigo de hoje vai discutir sobre a importância da economia e como o processo deve ser feito de forma eficaz.

Entendendo qual a importância da economia na prática

Como economizar de forma eficaz?

Antes de mais nada, é fundamental saber qual a importância da economia e como é possível economizar de forma relevante.

Mas, qual a característica mais importante de quem consegue economizar?

Em primeiro lugar, o que é importante para economizar é consistência e quando você começa a economizar. Quanto mais cedo você começar, melhor.

Na verdade, você se beneficia das taxas de juros a seu favor. Em termos de regularidade, encorajo você a pagar suas economias mensalmente. Também aconselho você a se pagar primeiro.

Pagar-se primeiro significa que antes mesmo de pagar o aluguel e todas as suas despesas, você se paga poupando. A maneira mais fácil de fazer isso é automatizar as transferências em pé.

Se optar por poupar no final do mês com o que sobrou, não terá apenas poupanças irregulares e ainda por cima provavelmente terá feito gastos desnecessários reduzindo assim o valor das suas poupanças.

Por isso, pague-se primeiro economizando assim que o dinheiro estiver em sua posse, não se pague por último. Outras despesas virão se você tiver orçado bem.

Finalmente, quando se trata do valor de suas economias, tudo depende do seu objetivo. O mais importante é que seja acessível e se adapte ao seu estilo de vida.

Normalmente, é recomendável economizar de 10 a 15% de sua renda. Se depender de você, tente economizar mais do que 15%. Economizar permitirá que você embarque em projetos mais ambiciosos no longo prazo e trará mais do que despesas desnecessárias e superficiais.

Pague-se primeiro! Estabeleça um orçamento

Para administrar bem suas finanças, aconselho-o a estabelecer um orçamento. Definir um orçamento pode ser feito de forma muito simples, através da organização de suas finanças pessoais.

Para isso, evite a fábrica de inutilidades faça algo simples, claro e legível para torná-lo seu. Veja como fazer o orçamento em algumas etapas:

  • Pegue uma folha e uma caneta
  • Liste todas as suas entradas de dinheiro
  • Liste todas as suas saídas de caixa
  • Defina o que é fixo e o que é variável
  • Defina sua meta de economia
  • Reduza despesas variáveis ​​e limite despesas desnecessárias
  • Se você quiser se aprofundar, pode criar categorias (lazer, alimentação, casa, transporte…)

Dessa maneira, seu orçamento deve ser alcançável e realista. Ao fazer isso, você será capaz de acompanhar e compreender o que está custando e o que está ganhando. Mantenha as regras acima em mente.

Em contrapartida, seu orçamento não deve ser muito restritivo. Seja consistente e avance passo a passo. Se você deseja se projetar no futuro, pode estabelecer uma previsão com base no existente e nas economias acumuladas ao longo do tempo.

Técnica para economizar mais: aumente sua economia significativamente a cada três meses, por exemplo. Você não notará a diferença, mas no final você se moverá mais rápido e gastará seu dinheiro de maneira mais inteligente.

Faça um orçamento alcançável que respeite as regras anteriores e siga-o!

Como controlar seu orçamento?

Indubitavelmente, manter o controle de seu orçamento é importante, mas não queremos perder muito tempo com isso.

Entender qual a importância da economia é importante, mas não gaste muita energia em processos que podem ser feitos de forma prática.

Por exemplo, aconselho a automatizar o que pode ser. Faça transferências de poupança permanentes no início do mês e, em seguida, pague o aluguel ou pague seu pagamento mensal se você tiver um empréstimo a pagar. Você pode fazer essas ações em seu banco.

Dessa forma, gerenciar bem suas finanças também pode ser feito por meio de ferramentas. Eu apresento a vocês um que é completo e intuitivo. Permite, entre outras coisas, as seguintes funções: categorização, alerta de entrada ou saída de dinheiro, inicialização de orçamento, gráficos e assim por diante…

 Aqui estão as 4 regras importantes para lembrar e aplicar para gerenciar bem suas finanças:

  • As entradas de dinheiro devem ser maiores que as saídas de dinheiro. Isso permitirá que você evite muitos problemas, como super endividamento.
  • Favorece a aquisição de ativos em detrimento de passivos. Isso permitirá que você construa uma riqueza e uma renda alternativa, necessárias para enriquecer (e liberar tempo!)
  • Economize pagando a si mesmo primeiro. A poupança é muito útil, seja como medida preventiva ou para um fim específico de financiamento de um projeto, o facto de poupar irá ajudá-lo a gerir bem as suas finanças.
  • Para permitir tudo e ser eficiente. Estabeleça um orçamento realizável que respeite as regras anteriores e siga-o.

Assim, você compreenderá a importância do gerenciamento financeiro na economia pessoal e familiar.

A importância da economia na prática

Sem dúvidas, desenvolver seus conhecimentos financeiros e educar-se são essenciais para aprender a investir. O aprendizado pode custar muito tempo, energia ou até dinheiro, mas é um dos investimentos mais lucrativos que se pode fazer.

Quando se aprende a importância da economia na prática, é possível sair da zona de conforto e começar a buscar novas oportunidades.

Por exemplo, você pode começar montando sua reserva de emergência e investindo na bolsa de valores aos poucos.

Neste contexto, existem aqueles que não fazem nada e esperam que as coisas mudem por conta própria. Existem aqueles que correm e avançam cegamente.

Enfim, há quem avance passo a passo e com inteligência. Eles são calmos em seus movimentos porque sabem o que estão fazendo.

Então, seja um desses!

Assuma riscos controlados e medidos, mas saiba que às vezes você precisa saber pensar fora da caixa e isso envolve além de saber qual a importância da economia, identificar novas oportunidades que vão surgir.

Dessa maneira, você terá acesso a oportunidades que a maioria das pessoas não será capaz de experimentar. Se você quiser viver de maneira diferente, terá que agir de maneira diferente.

Certamente, isso não significa que você tenha que fazer o que for preciso e ir de cabeça para baixo. Basta ser ousado e inteligente para ver algumas portas se abrirem com mais facilidade do que você pensa. 

Se você abraçar essa lógica prolífica e dar um passo à frente do outro, a independência financeira será sua recompensa. Alguns chegam em 15 anos, outros em 5 anos. Cada um tem seu ritmo.

Por outro lado, se pode inspirá-lo ou motivá-lo, não hesite em mergulhar na jornada daqueles que conseguiram.

Logo, sua organização financeira terá um ritmo próprio, sendo constante e adequada aos seus ganhos e necessidades futuras planejadas.

Sendo assim, entenda qual a importância da economia e como ela é determinante nas suas necessidades futuras. 

Um abraço,

Rodrigo Colombo.

What do you think?

Comments

Leave a Reply

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
qual a importância da economia

Investimentos para aposentadoria, por onde começar?

HGLG11 ou GGRC11: qual você prefere?